quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

A energia rápida da maltodextrina

O carboidrato complexo de absorção gradativa é ideal para consumo durante a prática esportiva. Saiba como dosar para obter o resultado esperado.



Os carboidratos são nutrientes energéticos que têm a função de fornecer a maior parte de energia, em forma de glicose, para o corpo. Por isso, é essencial o consumo de arroz, massa, milho, aveia, batatas, mandioca, mandioquinha e açúcares para manter o pique nas atividades físicas.

Antes do treino de corrida ou da prova, carboidratos de fácil digestão e absorção, como uma pequena porção de fuzile cozida com água e sal ou uma batata pequena são bem-vindos e podem ser alternados na dieta com o suplemento alimentar. Para facilitar a vida dos atletas, a maltodextrina entra em cena, pois é um carboidrato complexo de absorção gradativa proveniente do amido do milho que pode ser facilmente ingerido antes, durante e depois do treino, sempre com o objetivo de fornecer energia aos atletas.

Em forma de gel e pó, a maltodextrina sustenta por mais tempo a energia do corpo durante a atividade física de longa duração e retarda a fadiga, pois proporciona uma manutenção de energia para o funcionamento metabólico adequado. Por isso, corredores geralmente substituem o pãozinho, que demora a ser digerido, pela maltodextrina poucos minutos antes do treino.

“Na hora do exercício, não é interessante comer alimentos pesados, pois o fluxo sanguíneo que está voltado para o fortalecimento da musculatura, será direcionado à digestão. Além de diminuir a capacidade de energia física, a alimentação incorreta pode causar fadiga. Por isso, muitos atletas aderiram a maltodextrina.


Queima de gordura

Apesar de não ser extremamente energético, a maltodextrina, que contém polímeros de dextrose e glicose – compostos de açúcar – é fundamental para o equilíbrio metabólico, além de ativar a queima de gordura.


Como consumir


A maltodextrina pode ser consumida em forma de gel ou pó diluído em água ,  isso vai depender muito da adaptação do atleta e de seu organismo. “Algumas pessoas rejeitam o gel pela dificuldade de ingeri-lo com a água. Outras optam pelo uso do produto em pó pela facilidade de digestão, já que ele sempre é diluído em água”.

O “pão em pó”, chamado pela especialista, possui também a facilidade de ser consumido durante a atividade física, enquanto o gel deve ser ingerido em uma única dose.

O suplemento, que atualmente ganhou novos sabores, deve ser consumido 20 minutos antes da atividade física. “O produto não possui restrição quanto à idade ou à dose diária. Ele deve ser usado por atletas que treinam regularmente, pelo menos uma hora por dia, pois ao contrário, pode estimular o aumento de peso”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...