sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Dica de hoje!

Foto de Consultoria Esportiva Taubaté.


15 dicas importantes para correr de forma saudável!Faltou algo desse sua dica ai!

1ª) Uma boa noite de sono faz a diferença. Durma entre seis a oitos horas;
2ª) Descanse entre os treinos. O corpo precisa de tempo para se recuperar;
3ª) No máximo, corra em média três vezes por semana; mas isspo depende também da orientação do seu professor de educação física
4ª) Coma carboidratos - eles são ótimas fontes de energia - sem exagerar;
5ª) A banana é a fruta que não pode faltar na dieta, pois é rica em potássio e pode ajudar a evitar câimbras;
6ª) Durante os treinos, beba água ou isotônicos (estes últimos, especialmente se a duração for prolongada - acima de 1 a 1,5h) e, no decorrer do dia, muito suco de fruta para repor a energia e os minerais perdidos com o suor;
7ª) Use roupas leves: existem camisetas e calções com tecidos especiais que fazem o suor evaporar rapidamente;
8ª) De dia, óculos escuros, protetor solar para o corpo todo, inclusive nos lábios; bonés também podem ajudar;
9ª) À noite, roupas coloridas ou com fitas refletivas coladas;
10ª) Os homens devem usar cuecas confortáveis, mas não largas. Para as mulheres, tops com boa sustentação;
11ª) Em provas de longa distância, para evitar assaduras, aplique vaselina nas axilas, coxas e mamilos.
12ª) A escolha do tênis é muito importante: adquira um número maior que o seu, porque os pés incham durante a corrida;
13ª) Fique longe dos solados planos e finos: o ideal são solas grossas e macias;
14ª) O tênis deve ser leve, confortável e adequado ao seu tipo de pisada: há vários tipos específicos para caminhada ou corrida. Na dúvida, realize o teste da pisada e descubra se você é do tipo que "pisa para fora, para dentro, ou é neutro";
15ª) Troque o calçado, em média, a cada seis meses.

Frases do esporte!

sábado, 19 de setembro de 2015

Imagem do dia!

Método de treinamento de corrida: o Método Contínuo






Este tipo de treino é caracterizado pela manutenção da intensidade durante todo o período de treinamento, e possui duas subdivisões: “Contínuo extensivo” e “Contínuo intensivo”. É como escolher uma velocidade (10.0Km/h, por exemplo) e manter este ritmo até o final do tempo proposto.
 
O que diferencia as duas variáveis é o objetivo do treinamento, o que os direciona para zonas diferentes de intensidade. No contínuo extensivo utiliza-se intensidade baixa e/ou moderada (normalmente abaixo de 85% do VO2 Máximo), com duração longa (de 40 até 120 minutos), de 3 a 5x por semana. Este tipo de treino consome prioritariamente ácidos graxos como fonte de energia.
 
No método contínuo intensivo passamos a utilizar intensidade moderada/alta (até 95% do VO2 Máximo para pessoas bem treinadas), com média duração (normalmente entre 20 e 40 minutos), com quantidade menor de treinos na semana devido a maior intensidade para os músculos e articulações (de 2 a 3x) em dias intercalados. Este tipo de treino utiliza principalmente os estoques de glicogênio e os ácidos graxos como fonte de energia.
 
Para saber qual o melhor treino ou periodização para as suas características e objetivos não hesite em procurar um profissional de Educação Física para prescrever o seu programa de treinamento de corrida.

sábado, 12 de setembro de 2015

Melhor Vídeo Motivacional de 2015!

UM DIA DE CHUVA! VAMOS CORRER!

ALGUNS ERROS QUE O CORREDOR NÃO PODE COMETER!

Foto de Consultoria Esportiva Taubaté.
ALGUNS ERROS QUE O CORREDOR NÃO PODE COMETER!

1) Se recusam a fazer qualquer outra atividade complementar ou substituir a corrida quando estão contundidos.

2) Priorizam a corrida sobre qualquer compromisso cotidiano. Primeiro a corrida!

3) Toleram e suportam mais as dores musculares e por isso treinam mesmo sem condições.

4) Quando por motivo de força maior são obrigados a parar de correr, mesmo que por poucos dias, 
demonstram irritação, depressão, ansiedade etc.

5) Experimentam um alívio imediato ao retornar à rotina de treinamento.

6) Apesar do problema, têm consciência de que são viciados.

7) Querem correr sempre forte, não respeitando o repouso passivo ou ativo.

8) "Batem de frente" com familiares não adeptos à corrida, especialmente aqueles que costumam questionar ou acusá-los de "exagerado".

9) Só pensam "naquilo"... Na corrida!

10) Alguns seguem dietas para se manter magros, sempre achando que qualquer grama extra na balança pode prejudicar o desempenho.

11) Colocam sempre a culpa no tempo, chuva, muito calor, vento contra etc, para justificar esporádicas performances ruins. Da mesma forma os percursos com muita ladeira, paralelepípedo, muito buraco na pista etc. Parece até que esses obstáculos se apresentam só para ele.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...