sexta-feira, 14 de abril de 2017

Frases do dia!

Valorização Profissional!

 :

6 dicas para sair do sedentarismo de uma vez por todas


Resultado de imagem para corrida e suas boas vibrações


Praticar atividades físicas é uma das melhores coisas que podemos fazer em prol da nossa saúde. No entanto, especialmente para quem nunca foi adepto dos exercícios, sair do sedentarismo pode não ser algo tão simples. Mesmo assim, essa não é uma questão de escolha, mas sim de amor-próprio.
Pessoas sedentárias têm maiores chances de desenvolver diversas doenças e de não desfrutar dos inúmeros benefícios das atividades físicas. Estas, além de ajudarem a combater várias enfermidades, proporcionam uma vida muito mais feliz e saudável.
Por isso, se você quer sair do sedentarismo definitivamente, veja estas 6 dicas que separamos para ajudá-lo nesse processo!

1. Busque orientação de um profissional

Começar a se exercitar sem a orientação de um profissional pode expô-lo a diversos riscos. Assim, ter o acompanhamento de um personal trainer é indispensável para a sua segurança e para auxiliá-lo a ter um bom rendimento.
Além de indicar as melhores atividades de acordo com o seu perfil e como realizá-las adequadamente, o que é essencial para evitar lesões, esse profissional o ajudará a manter a motivação, será o seu companheiro durante os exercícios e lhe dará o estímulo necessário para focar a rotina de treinos.
Ele também colaborará para o aprimoramento constantemente de sua performance e, caso você queira, até o preparará para participar de competições.

2. Comece a sair do sedentarismo por meio de pequenas atividades

É possível começar a combater o sedentarismo com atitudes simples, pois existem algumas que são excelentes para isso. Caminhar até o trabalho ou supermercado, trocar o elevador pela escada e realizar tarefas domésticas são boas alternativas nesse sentido.
Para quem quer fazer algo mais intenso sem sair de casa, pular corda e dançar são dois ótimos exercícios.

3. Opte por atividades de que você goste

Fazer o que se gosta é algo extremamente motivador. Nos exercícios físicos, isso também é válido. Desse modo, sempre opte pelas atividades mais prazerosas para você. Assim, a caminhada e a corrida são duas alternativas que agradam a quase todas as pessoas. Na verdade, a primeira é como um estágio para a segunda.
Os benefícios da corrida e da caminhada são bastante amplos, já que essas atividades ajudam, por exemplo, a perder peso e a melhorar as funções cardiorrespiratórias. Além disso, por poderem ser realizadas em qualquer lugar e sem o uso de equipamentos, elas deixam o praticante com bastante flexibilidade em relação ao horário e ao local para se exercitar.

4. Tenha objetivos realistas

Estabelecer um objetivo ao começar a fazer exercícios é uma ótima maneira de se manter motivado. Contudo, essa meta precisa estar dentro das suas possibilidades; do contrário, pode se tornar motivo de decepção por não a ter alcançado.
Por isso, nada de querer perder muitos quilos em pouco tempo ou, no caso de quem pratica corrida, tentar fazer grandes percursos logo nos primeiros dias. O ideal é estabelecer metas realistas em médio e longo prazo.

5. Alie os exercícios a uma alimentação saudável

alimentação tem um papel fundamental na obtenção de bons resultados com os exercícios. Assim, antes de começar a praticar alguma atividade, é essencial ir ao nutricionista para que ele desenvolva um bom plano alimentar para você.
Isso o ajudará na motivação antes dos exercícios, na recuperação pós-treino e na busca pelas suas metas.

6. Nunca pense em desistir

Principalmente no caso de quem está tendo sua primeira experiência com as atividades físicas, acontecem instantes de desânimo. Contudo, mesmo que isso faça você parar por um ou dois dias, não desista. 
Persistir nos novos hábitos é a melhor maneira de adaptar o corpo a eles. Dessa forma, mesmo diante de situações desmotivadoras, mantenha-se firme em seus objetivos.
Colocando as dicas apresentadas em prática, você certamente conseguirá inserir os exercícios físicos na sua rotina e sair do sedentarismo de forma agradável e com total segurança. Até porque serão necessárias apenas algumas semanas para que seu corpo se adapte a esse “novo mundo”.

domingo, 9 de abril de 2017

Imagem do dia!

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé

Dica de hoje! Como manter o ritmo durante a corrida!

Dica de hoje!

Como manter o ritmo durante a corrida!


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

Conseguir manter um ritmo constante durante a corrida é, normalmente, um dos grandes desafios dos corredores. Muitas vezes a pressão para que a melhora chegue logo, a queda na concentração ou até mesmo o cansaço fazem com que aqueles que começaram, agora, nas passadas não consigam manter o pace constante.

Se isso acontece durante a prova, o resultado é ainda pior, visto que você acaba “quebrando” no meio do percurso e não consegue completar a distância planejada. Aqui, os problemas podem ser falta de resistência física ou desconhecimento do percurso, além da emoção inerente a qualquer prova, é claro.

Dentre os principais erros do iniciantes está começar a corrida em um ritmo muito forte, ou seja, em uma velocidade que não é correspondente ao que o corpo foi treinado. Para que isso não aconteça, é preciso pensar que o importante é fazer uma corrida tranquila, realizando todos os passos dentro de sua capacidade física. Na prova, faça apenas o que foi treinado e que estava combinado com o treinador para não ter surpresas desagradáveis.

Velocidade no momento certo

Se você é um daqueles corredores que não gosta de correr com uma velocidade constante e prefere variar durante o percurso dando passadas mais fortes, é preciso adotar uma estratégia. O melhor é aumentar a velocidade de forma gradativa e uniforme, conforme a sua percepção de esforço. Por exemplo, se você completa um quilômetro a cada cinco minutos, o aumento deve ser para quatro minutos e meio por quilômetro.

Entretanto, para não forçar demais durante uma prova, o ideal é que você saiba adequar o seu pace. Para isso, você deve fazer treinos focando a distância da prova e a velocidade pretendida. Assim que terminar o exercício, com o tempo total marcado, divida a marca registrada pelo número de quilômetros, obtendo o seu pace. É esse tempo que você deve manter durante a competição para que consiga manter o ritmo.

Curiosidades : O QUE É PACE?

Curiosidades :
O QUE É PACE?
Na corrida, pace é definido como a quantidade de minutos percorrido em um quilômetro ou uma milha. Aqui no Brasil, usamos como padrão minutos por quilômetro. O pace ajuda o corredor a definir o ritmo médio em um treino ou prova. Muitos treinadores já acordam com seus atletas essas medidas na hora de planejar uma periodização.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...